Conheces a Clorela ?

A clorela é uma microalga de água doce, comestível, conhecida pelas suas propriedades desintoxicantes. Embora a clorela possa ser encontrada em todo o mundo, na Europa ainda é muito menos conhecida do que a sua prima spirulina.  Mas é particularmente apreciada a oriente, especialmente no Japão, pelas suas propriedades terapêuticas. Quere saber quais ? Continua a ler.

Qual é a composição da clorela?

Tal como a spirulina, a clorela é muito rica em proteínas: contém cerca de 55 gramas por 100 gramas, o dobro da carne de vaca. Contém também muito magnésio e luteína, que são essenciais para o bom funcionamento do corpo. Contém também ácidos gordos essenciais como o Omega 3 e vitaminas B1, B6, B12 e vitamina E. A sua composição baseada em minerais e oligoelementos torna-a um super-alimento natural com múltiplas virtudes.

Proteína: A clorela é composta por 50-60% de proteína. E a proteína que contém é completa, o que significa que contém todos os 9 aminoácidos essenciais.

Antioxidantes: A clorela é rica em clorofila, vitamina C, beta-caroteno, licopeno e luteína.

Vitaminas e Minerais: A clorela fornece um conjunto de vitaminas e minerais, tais como ferro, vitamina C, magnésio, zinco, cobre, potássio, cálcio, ácido fólico, vitaminas B1, B2 e B12

Omega-3s: A clorela também contém ácidos gordos ómega-3, que são importantes para a saúde do cérebro

Quais são os benefícios da clorela?

Devido à sua composição muito rica, a clorela tem muitos benefícios para a saúde do organismo. Boa para a saúde, ideal para purificar o corpo e uma muito boa aliada de beleza, a clorela é particularmente eficaz como tratamento de cura.

Clorela para perder peso

A clorela em si não provoca um efeito de emagrecimento directo. Aliás, nenhum alimento ou suplemento provoca ! No entanto, é fortemente recomendada como parte de uma dieta a perda de peso pelas suas propriedades nutricionais. Muito rica, actua como um supressor do apetite e o seu elevado teor em nutrientes ajuda a limitar a ocorrência de deficiências nutricionais. Com a sua acção reguladora, limita a taxa de gorduras más e de açúcar no sangue com a sua acção desintoxicante, limpa o corpo.

O poder purificador e desintoxicante

Os metais pesados são elementos que ocorrem naturalmente e que se encontram em toda a crosta terrestre. Entram no corpo humano pelo ar, pela água e pelos alimentos. Infelizmente, não há maneira de evitar os metais pesados porque estamos expostos a eles todos os dias. A clorela tem a capacidade de encapsular estes metais pesados, incluindo alguns dos metais pesados mais tóxicos (chumbo, cádmio, mercúrio e urânio), evitando que sejam absorvidos. De facto a Chlorella vulgaris (nome latino) deve o seu nome à sua alta concentração de clorofila, que tem um efeito directo na desintoxicação dos órgãos. A clorela ajuda naturalmente os órgãos e o sangue a limparem-se de metais pesados e toxinas que podem ser prejudiciais para a saúde.

É também conhecida pela sua acção benéfica no trânsito graças ao seu elevado conteúdo em microfibras. Drena e desintoxica suavemente e limpa a flora intestinal. A clorela é ideal para pessoas que têm um intestino frágil e que sofrem regularmente de inchaço. É também muito eficaz na regulação do pH ácido-base.

Cuidar da sua saúde reduzindo o colesterol e a pressão arterial

Como parte de uma dieta saudável e equilibrada e de um estilo de vida saudável, as algas verdes podem ajudar a combater a tensão arterial elevada, desde que certas doses sejam respeitadas. E têm também um efeito estimulante sobre o sistema imunitário. Vários estudos demonstram que os suplementos de clorela podem ser benéficos quando se trata de baixar o colesterol, especificamente o LDL ou o “mau” colesterol.

Os benefícios de beleza da clorela

Além dos seus benefícios para o corpo e a saúde, a clorela é um verdadeiro cosmético natural cujas virtudes já não têm de ser provadas. Utilizada como máscara facial, purifica e oxigena a pele para resultados visíveis imediatos. Graças às suas propriedades desintoxicantes, limpa a pele em profundidade. A riqueza da sua composição também a torna um excelente tratamento anti-rugas e, quando aplicada como máscara, ajuda a promover a renovação celular.

Efeitos benéficos na visão?

A clorela contém muita luteína, um pigmento essencial que está naturalmente presente no olho, mas que os humanos não são capazes de produzir. Estudos comprovam que tomar um suplemento alimentar à base de luteína reduziria o stress oxidativo da retina e limitaria a morte das células da retina. A Clorela cuida, portanto, da tua visão!

Como escolher a clorela ?

A clorela pode ser encontrada em todo o mundo, mas é essencial garantir que escolhe uma clorela de qualidade para beneficiar de todas as suas virtudes.  De facto, as suas propriedades dependem da forma como as algas são cultivadas.

Existem 3 métodos de cultivo de clorela: em tanque aberto, em fermentadores ou em fotobiorreatores.

As propriedades e composição da clorela dependem do método de cultivo escolhido (produção à luz ou não, ao ar livre ou não…) sendo que a qualidade da clorela produzida em tanques abertos é geralmente muito variável e às vezes de péssima qualidade pois como qualquer alga, absorve todas as impurezas do meio ambiente… A maioria da clorela consumida em todo o mundo (cerca de 80%) é produzida em fermentadores. Esse processo não aproveita a fotossíntese das algas (clorofila), pelo contrário, a alga desenvolve-se consumindo o açúcar que encontra no seu ambiente e este modo de produção não permite que todos os ingredientes ativos das algas sejam retidos (como a vitamina B12, fundamental para vegetarianos).

Assim como com a spirulina, a secagem é uma etapa importante para produzir um produto de qualidade.  A secagem efectuada acima de 40º de temperatura provoca desnaturação do produto (perda de vitaminas) pois a alga é sensível à temperatura. As algas devem então ser secas a uma temperatura inferior a 40°c, de modo a preservar a sua qualidade e todas as suas propriedades.

Questione o produtor da sua clorela qual a sua origem, como foi a mesma cultivada (deverá ter sido em tanques de água 100% pura e descontaminada) e também como foi seca e transformada. Certifique-se que a mesma é de boa qualidade e que é orgânica. Algas de má qualidade não só não produzirão qualquer efeito positivo como poderão inclusive trazer efeitos negativos devido à sua toxicidade.  Escolher uma clorela orgânica, é ter a garantia de comprar uma clorela de qualidade, e boa para a sua saúde.

Como tomar Clorela

A clorela é tomada sob a forma de cápsulas ou pó. Na forma de cápsula, a clorela é engolida com um copo de água ou sumo de fruta. Em forma de pó, pode ser acrescentada a vários pratos. Geralmente a clorela em pó pode ser integrada em smoothies e em várias receitas de desintoxicação, doces ou salgadas.

Quanto é que se deve tomar?

Para beneficiar de todos os efeitos da clorela, são recomendadas certas dosagens. A dosagem de clorela deve ser adaptada às necessidades de cada indivíduo mas geralmente situa-se entre 1g e 4g por dia.  Para uma maior eficácia, é recomendado tomar clorela numa cura longa de 1 a 3 meses. Para pessoas que sofrem de deficiências ou com necessidades muito específicas, outras plantas ou algas podem ser tomadas como suplemento, tais como a spirulina.

Quem deve tomar ?

A clorela pode ser consumida por todos, adolescentes, adultos e mesmo crianças. É particularmente recomendado para pessoas que seguem um regime de emagrecimento ou que têm uma dieta particular, vegetariana, vegana, de comida crua, etc. Muito rica em proteínas e oligoelementos, a clorela é ideal para evitar deficiências. A clorela é também muito eficaz como cura para pessoas que sofrem de fadiga temporária, depressão ou ansiedade. O seu elevado teor de magnésio e o seu rico conteúdo nutricional fazem dele um suplemento alimentar de primeira escolha. Finalmente, a clorela é a melhor aliada numa cura de desintoxicação. As suas propriedades antioxidantes permitem ao organismo desintoxicar metais pesados que podem constituir um perigo real para a saúde.

Clorela ou spirulina?

Ambas as algas são muito ricas em vitaminas. Tanto a clorela como a spirulina são super-alimentos com valores nutricionais extraordinários. Tomadas simultaneamente numa cura de vários meses, a clorela e a spirulina são complementares e os seus respectivos efeitos benéficos são então multiplicados por dez.

Pontos comuns entre a clorela e a spirulina

Devido à sua composição nutricional, que é muito rica em oligoelementos, minerais, vitaminas e proteínas, combatem as deficiências nutricionais. Ajudam também a reduzir a fadiga e a depressão. Em geral, a spirulina estimula o sistema imunitário e ajuda a reforçá-lo. A toma de clorela também ajuda a limpar o corpo de toxinas e metais pesados, graças à sua acção desintoxicante.

E ambos os super-alimentos melhoram a qualidade da pele, do cabelo e das unhas com um efeito visível!

Quais são as diferenças entre a clorela e a spirulina?

Em termos de composição, tanto a clorela como a spirulina têm um teor médio de proteínas, hidratos de carbono e gordura muito semelhante. No entanto, a composição difere quando se compara o seu conteúdo em vitaminas e minerais.

Globalmente, a clorela é mais concentrada em ácidos gordos Ómega 3, vitaminas A, B2 e B12. A spirulina é mais rica em vitaminas B1, k1, ferro, zinco e contém frequentemente mais 10% de proteínas do que a clorela.

E então em que ficamos ? Clorela ou Spirulina ?

Depende do que procura. A diversidade da composição da spirulina e da clorela tem obviamente um impacto nos seus benefícios. Dependendo das suas necessidades, uma será mais adequada do que a outra, apesar de poderem ser tomadas complementarmente.

Assim, para a desintoxicação do corpo, para regular os níveis de açúcares e lípidos no sangue, a clorela é muito adequada.

Ligeiramente mais rica em proteínas, a spirulina é escolhida para reduzir deficiências alimentares e para reforçar o sistema imunitário.

Existe alguma contra-indicação para a toma de clorela?

Não há contra-indicações para a toma de clorela.

Uma clorela de qualidade não contém qualquer toxicidade.

Contudo, desaconselhamos vivamente a tomada de clorela para mulheres grávidas ou a amamentar porque o processo de desintoxicação passa através do cordão umbilical e do leite materno.

É também aconselhável consultar um técnico de saúde se tiver uma doença hepática.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s